AV. ASSIS BRASIL, 8787, SARANDI, PORTO ALEGRE-RS | CENTRAL DE ATENDIMENTO 0800 51 8555 

Você está aqui

Sesi convida pais e jovens para conhecer a escola de ensino médio em Montenegro

Ensino
No próximo sábado, dia 4 de fevereiro, a Escola Sesi de Ensino Médio de Montenegro (rua Campos Netto, 455) estará de portas abertas para receber a comunidade e apresentar o novo espaço. A intenção é aproximar pais e alunos, mostrando a metodologia de ensino e as práticas que serão vividas diariamente como a robótica, tecnologia, inovação, criatividade e empreendedorismo. Também será realizada uma visita guiada. O evento terá início às 9h e encerra às 12h e também poderá ser feita matrícula no local. As aulas das escolas Sesi de Ensino Médio iniciam em fevereiro com um total de 420 novos alunos entre Pelotas, Sapucaia do Sul, Montenegro e Gravataí. A escola é gratuita para filhos de trabalhadores da indústria. A primeira turma formada pelo projeto, desenvolvido pelo Sesi-RS, aconteceu em dezembro passado em Pelotas.
 
Com turno estendido, os alunos terão uma matriz curricular dividida da seguinte forma: 30% Código e Linguagens (português, literatura, línguas estrangeiras, artes, educação física), 50% Matemática e Ciências Naturais (química, física e biologia) e 20% Ciências Humanas (história, geografia, sociologia e filosofia). “A proposta é atender à proficiência em matemática e português, básico para qualquer profissão, e a área de ciências naturais, demandas observadas na sociedade em geral e principalmente na indústria”, explica o diretor-superintendente do Sesi-RS, Juliano Colombo.
 
Os alunos têm à disposição salas-ambiente para as áreas de linguagens, matemática e ciências humanas, laboratórios para as atividades de ciências da natureza e infraestrutura específica para as aulas de teatro e música. A escola busca o desenvolvimento integral do estudante, que é instigado a resoluções de problemas pautados pelo mundo do trabalho. O uso de tecnologias e o respeito às culturas juvenis se fazem presentes em todo ambiente escolar.
 
O ensino se dá por projetos de pesquisa ativa e oficinas, estímulo ao desenvolvimento, capacitação, experimentação, visitas técnicas e encaminhamento para escolhas profissionais (com base também no interesse do aluno). A trajetória do estudante é acompanhada por um professor, chamado de articulador, que o orientará em seu projeto de vida. A intenção é que todos os alunos cresçam, a partir de estudos de reconstrução, atividades de apoio ou desafios, conforme o ritmo de cada um.
 
A partir do segundo ano, inicia a parceria com o Senai-RS em cursos de qualificação profissional em eletricidade e automação. Outros desafios também serão propostos como os projetos de Educação Financeira, Robótica e Passaporte para o Empreendedorismo. “A intenção da escola é que, ao final do Ensino Médio, o aluno tenha desenvolvido competências de leitura, escrita e resolução de problemas, dominando não só saberes necessários para a excelência acadêmica, mas também para a sua plena inserção no mundo do trabalho”, destaca Colombo.
 
A primeira escola de ensino médio do Sesi começou a funcionar em 2014, em Pelotas, e já foi reconhecida pelo MEC como uma das 177 instituições de todo o País como exemplo de inovação e criatividade na educação básica.