Você está aqui

Torneio de Robótica recebe 1,2 mil visitantes

A equipe Esquadrão Garança, do Colégio Militar de Santa Maria, foi a campeã do 1º Torneio de Robótica do Sesi, realizado nos dias 19 e 20 de dezembro, no Centro de Eventos da FIERGS. Em segundo lugar ficou a Spartanus, formada por alunos oriundos de diversas escolas municipais de Porto Alegre, e em terceiro a Tecnoway, do Grupo Educacional Caminho do Saber , de Caxias do Sul . As três equipes, juntamente com a Androids , (Colégio Coração de Maria, de Esteio), The Guys from Lego (Joinvile) e Just For Fun (Colégio Pio XII, de Novo Hamburgo), participam do Torneio Nacional de Robótica, que acontece em março, na Capital Federal. Na suplência estão a Fênix Robots (EMEF Saint' Hilaire) e Equipe Elétrica (EMEF Timbaúva).  O evento, promovido pelo Sesi-RS, em parceria com o Sesi Nacional e  First Lego League (FLL), teve cerca de 1,2 mil visitantes.  O objetivo é despertar o interesse das crianças e jovens por ciências e matemática e contribuir para formar futuros engenheiros e cientistas. “O que se quer não é somente robôs funcionando, mas que as equipes saibam trabalhar em cooperação, respeito, aprendendo de forma lúdica a buscar e tratar informações. Nossa intenção é ajudar na promoção da educação básica do País”, explica o diretor-superintendente do Sesi-RS, Edison Lisboa.
       
Os times são compostos por estudantes, entre 9 e 16 anos, um técnico e um mentor. Aprender brincando é a intenção da robótica. Desafiar as crianças a resolverem problemas do mundo real usando a robótica e ensiná-las a experimentar e superar obstáculos, construindo assim a autoestima, confiança, conhecimento e habilidades para a vida, por meio da diversão em ciência e tecnologia. O desafio é fazer o robô realizar tarefas em três rounds de 2’30’’, criar e apresentar uma solução inovadora para um aspecto do desafio, e projetar e construir um robô autônomo com códigos claros e eficientes.  A avaliação leva em consideração desde a inspiração e os valores, até o design do robô e a solução encontrada. “Não adianta a equipe ter um desempenho maravilhoso na mesa, mas não ter ido bem no Core Values, ou na pesquisa”, explica Arnaldo Clemente, chefe geral dos juízes. Conforme ele, os estudantes tem que ter “Coopertition, ou seja, cooperar no aprendizado do outro”.  
         
Também foram premiadas as seguintes equipes: XC274 (Secretaria Municipal de Educação de Porto Alegre – Prêmio Contra todas as Adversidades), Hamburgo Bots - escolas públicas de Novo Hamburgo (Estrela Iniciante), Esquadrão Garança (Melhor Técnico), Marcos Rael (Voluntário Destaque), Tecnoway (Campeão das Finais do Desafio Robótico), Androids (Desempenho do Robô e Design Mecânico), Just For Fun (Programação do Robô), Fênix Robots (Estratégia e Inovação), Tecnorreco - Brusque (Apresentação da Pesquisa), Equipe Elétrica (Solução Inovadora), Evolutech- Escola Evolução de Veranópolis (Processo de Pesquisa), Lego of Legends – Sesi Pelotas (Inspiração), Cinnabotics – Sesi Canela (Trabalho em Equipe), Brainstorms - Sesi Pelotas (Gracious Professionalism).

Foto: Dudu Leal 

Veja mais

FIERGS 28/07/2016 às 16h28
A Sondagem Industrial de junho, divulgada nesta quinta-feira (28) pela Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), revela uma retração no...
Saiba mais
FIERGS 25/07/2016 às 15h15
 O cenário de crise econômica no Brasil, que torna o crédito mais caro e restrito e, consequentemente, cria grandes entraves para a obtenção de capital...
Saiba mais
FIERGS 22/07/2016 às 12h59
 O Serviço Social da Indústria (Sesi) é a instituição mais lembrada no Brasil quando o assunto é saúde e segurança do trabalho.
Saiba mais