AV. ASSIS BRASIL, 8787, SARANDI, PORTO ALEGRE-RS | CENTRAL DE ATENDIMENTO 0800 51 8555 

Você está aqui

Estado da Georgia proporciona oportunidades de negócios a empresas do Rio Grande do Sul

Comércio Exterior

Com uma população de mais de 10 milhões de pessoas e PIB de US$ 554,3 bilhões (per capita de US$ 44.723), o estado da Georgia, ao sudeste dos Estados Unidos, conta atualmente com mais de 40 companhias brasileiras entre as 3 mil de outros países que operam em seu território. Para orientar representantes de empresas gaúchas de diferentes portes e setores e apresentar os motivos que o tornam um ambiente viável em processos de internacionalização, o governo daquele estado americano e a FIERGS, por meio do Centro Internacional de Negócios, realizaram, nesta sexta-feira (31), o evento Oportunidades de Negócios e Investimentos na Georgia. A cônsul dos EUA em Porto Alegre, Julia Harlan, falou das vantagens da expansão de negócios para a Georgia, segundo ela um destino bastante favorável como abertura para o mercado americano.

A capital do estado, Atlanta, abriga a matriz de alguns dos principais grupos mundiais, entre eles a Coca-Cola. “Este ano, tivemos o anúncio de três empresas brasileiras na Georgia: a Embraer, a Taurus e a União Química”, informa a especialista de Investimentos Estrangeiros Diretos e Trade do Escritório da Georgia no Brasil, Patricia Bartels. Ela diz que entre os setores mais importantes da economia local estão defesa e segurança, aeroespacial, automotivo, agronegócio e logística, neste último com dois portos e o aeroporto mais movimentado dos EUA, o da cidade de Atlanta. Mas se destacam também turismo, processamento de alimentos, energia e tecnologias ambientais, manufatura avançada, tecnologia da informação, biociêncas e produtos químicos, entre outros. “Não importa o tamanho da empresa, mas sim o plano de negócios para se expandir, é questão de estar preparado e com um estudo de mercado bem elaborado”, reforça Patricia.

O diretor de Investimentos Diretos Estrangeiros do governo da Georgia, Nico Wijnberg, mostrou em sua apresentação algumas das principais empresas brasileiras que também desembarcaram há mais tempo naquele estado, caso da Gerdau, Embraco e Weg. Entre as vantagens de se abrir uma operação por lá, aponta, há o fato de Atlanta estar a até duas horas de voo de 80% do mercado americano, representado por cidades como Washington, New York, Tampa e Chicago, por exemplo, e os incentivos competitivos oferecidos pelo governo.


Crédito foto: Dudu Leal