AV. ASSIS BRASIL, 8787, SARANDI, PORTO ALEGRE-RS | CENTRAL DE ATENDIMENTO 0800 51 8555 

Você está aqui

Seletiva Worldskills 2017 inicia segunda-feira

Competição
 
Os alunos do Senai do Rio Grande do Sul estão na última etapa de preparação para Seletiva Worldskills 2017, que será em Abu Dhabi. Uma das maiores mudanças na seleção é a desvinculação desse processo da Olimpíada do Conhecimento, que passa a ser, a partir deste ano, uma competição mais próxima do público, por meio do desenvolvimento de produtos presentes no dia a dia das pessoas. As provas de cada ocupação serão realizadas em cidades diferentes, em todo o Brasil. A intenção é além de reduzir custos com aluguel e logística, permitir que um maior número de pessoas possam visitar os locais das provas e conheçam o trabalho desenvolvido pelo Senai. Ao todo, serão 43 provas em 32 cidades nos 26 estados e Distrito Federal. As provas ocorrem nos meses de julho e agosto. Participam jovens com até 21 anos, que tiveram os melhores desempenhos nas ocupações em testes realizados em cada Estado.
 
O Rio Grande do Sul sediará a seletiva de Construção em Alvenaria já na semana que vem, de 4 a 8 de julho, em Caxias do Sul, e de 18 a 22 de julho, em Tecnologia de Midia Impressa, em Porto Alegre. Os 32 competidores gaúchos tem como foco levar o ouro e ser o Brasil em Abu Dhabi, no Emirados Árabes, em outubro de 2017. “O evento é um momento de trocar experiência e novas tecnologias tanto entre os Estados, quanto com empresas que participam, além de analisar os processos de ensino e aprendizagem em cada unidade do Senai”, destaca o diretor regional do Senai, Carlos Trein. 
 
De 4 a 8 de julho, com a pressão de estar competindo em casa, Fabiano Lucas de Oliveira, é o gaúcho, entre os 16 competidores da Construção em Alvenaria. Treinado por Rafael Marques Pereira, que também será avaliador, ele conta que seu objetivo é ficar entre os primeiros. “Estou confiante”, relata. Rafael se diz ansioso para a competição. “No novo formato os competidores terão apenas três dias para realizar as provas com até 20 horas, o que antigamente era desenvolvido em quatro, e em 22 horas”, destaca.
 
A ocupação de Mecatrônica tem tradição no Rio Grande do Sul. O Senai gaúcho é ouro nas duas últimas edições nacionais, além de ser os campeões na Worldskills de Londres (2011), de Leipzig (2013), e prata no ano passado em São Paulo. Também foram dois gaúchos que venceram o Worldskills América, em Bogotá, em 2014. Com esta herança, Gustavo Andreola e Lucas Tochetto, vem se dedicando à competição quase dez horas por dia. “Não queremos só o ouro, queremos também a melhor pontuação”, explica Gustavo. “O treinamento é intenso e estamos focados na competição”, assegura Lucas.
 
O outro gaúcho que estará em casa é Murilo Antunes da Silva, de 19 anos, que de 18 a 22 de julho estará na sua escola em Porto Alegre competindo com sete alunos de outros Estados em Tecnologia de Mídia Impressa. Ele explica que está vivendo uma oportunidade única. “Eu quero o ouro para ir além, para me destacar no mercado de trabalho”, ressalta Murilo. Lutando para ser o campeão em Engenharia de Moldes para Polímeros, Rodrigo Misturini, conta que vai tentar o melhor desempenho na sua ocupação, que será realizada em Joinvile de 4 a 8 de julho. “O treinamento faz com que a gente saiba enfrentar os desafios e as dificuldades da prova”, relata.
 
“A competição é uma oportunidade para o Senai saber o seu nível de ensino e de aprendizagem em todo o Brasil, para crescimento profissional de seus instrutores e para os alunos que participam de uma experiência que os fará progredir em todos as áreas”, afirma o diretor regional. “É uma forma de disseminar as melhores práticas para todos os Estados, levando os ensinamentos e tecnologias de ponta, e com isso, contribuindo com o aumento da competitividade da indústria nacional”, conclui Trein.