Você está aqui

Porque a Educação...

Mobiliza sonhos, mas convoca a agir.
Fomenta o autoconhecimento, mas não desconsidera o olhar do outro.
Exige a inventividade e a inovação, mas respeita o tempo-espaço de cada um.
Pressupõe o coletivo, mas não ignora as singularidades das trajetórias.
Aplaude a participação, mas compreende o silêncio e o recolhimento.
Cultiva a disciplina, mas privilegia a inteligência criativa.
Constrói a autonomia, mas não desconsidera a mediação.
Valoriza o trabalho, mas não ignora o ócio criativo.
Escuta a voz, mas não cala o corpo e o olhar.
Dialoga, mas não monologa.
Duvida e questiona, mas acredita na reconstrução das soluções.
Recomeça, mas não destrói.
Reconhece e corrige, mas não cultua verdades absolutas.
Busca a aprendizagem de todos, mas observa o tempo de cada um.
Avalia, mas não julga.
Alicerça futuros, mas não define destinos.
Semeia a paz, mas não desconsidera a necessidade da luta.
Renova ideais, mas não abre mão da história.
Acolhe as incertezas , mas não se afasta de seus objetivos.
Entende o erro, mas não é complacente.
Pensa no amanhã, mas a partir da experiência do presente.
Inicia na infância, mas a aprendizagem é contínua.
Incrementa argumentos, mas considera a pluralidade de ideias.
Media, mas não cerceia.
Conecta e relaciona pessoas, mas entende a necessidade das rupturas.
Dialoga com lógica, mas acolhe as inspirações utópicas.
Observa o erro, mas não aponta.
Atua na realidade, mas foca no vir a ser.
Discute a evolução, mas não desvaloriza a ciência.
Zela pela infância, mas não se furta do compromisso com o crescimento.
Conversa com o jovem e juventudes.
Lidera, mas não chefia.
Forma, mas não formata.
Esperanceia, mas não espera.
Vence, mas não derrota.
Estrutura, mas não precisa.
Protege, mas não tutela.
Vincula, mas não prende.
Questiona a perfeição, mas reconhece a completude.
Constrói a crítica, mas não fragiliza.
Provoca a superação, mas não recua.
Desvela, mas não expõe.
Transpõe, mas não nega.
Encaminha, mas não direciona.
Historicisa, mas não cria mitos.
Prepara, mas não doutrina.
Mensura, mas não estratifica.
Exercita, mas não treina.
Converte, mas não catequisa.
Inclui, mas não submete.
Liberta, mas não descompromete.
É trajeto imprescindível para podermos vir a ser mais a cada dia!

Sônia Elizabeth Bier

quinta-feira, 8 de Julho de 2021 - 15h15

Deixe um Comentário

2 + 9 =

Precisando de ajuda?

Por onde prefere falar conosco?

Whats

Chat