Você está aqui

As síndromes gripais representam um grande desafio para a saúde em todo o mundo, uma vez que os vírus da influenza circulam por todas as regiões do planeta e são transmitidos facilmente de pessoa para pessoa. 

Há 15 anos, vivenciamos o impacto de uma pandemia gripal com o vírus da influenza H1N1 que se espalhou rapidamente, infectando milhares de pessoas e causando inúmeras mortes. Agora, o panorama atual dos casos de síndromes gripais leva ao alerta para a possibilidade de uma nova epidemia global, com grande potencial de disseminação, hospitalizações e óbitos.  

A situação epidemiológica atual mostra o aumento no número de casos de doenças respiratórias, tanto no Hemisfério Norte quanto no Hemisfério Sul, inclusive no Brasil, conforme aponta a Nota Técnica elaborada pelo Observatório de Saúde no Trabalho (SESI-RS). Diante desse cenário, é fundamental compreender e reforçar a importância da vacinação contra a gripe como uma medida de prevenção e controle dessas doenças.  

A ATUAL SITUAÇÃO EPIDEMIOLÓGICA DA GRIPE  

Nas últimas semanas de 2023, a Organização Mundial da Saúde (OMS) registrou um aumento expressivo nos casos de doenças respiratórias em todos os continentes, o que indica um alerta, já que pode contribuir para o crescimento de casos de COVID-19, além de levar a sobrecarga nos sistemas de saúde, impactando negativamente na saúde da população.  

Nos Estados Unidos e Canada, a chamada “Tripledemia”, com a coexistência dos vírus influenza, vírus sincicial respiratório e o vírus SARS-CoV-2 tem sobrecarregado os hospitais, resultando em longas esperas por atendimento e tratamento. Vale citar que a coinfecção por diferentes vírus respiratórios pode levar a complicações ainda mais graves e a um maior número de hospitalizações. 

Por lá, os números de casos de influenza e COVID-19 estão acima do esperado, com taxas de hospitalização semelhantes às do período da pandemia. Ao mesmo tempo, no Hemisfério Sul, estão ocorrendo mais casos do que o esperado para essa época do ano. 

No Brasil, desde as últimas semanas de 2023, o Ministério da Saúde tem constado crescimento nas ocorrências de Síndrome Respiratória Aguda (SRAG), causados por influenza e COVID-19, e essa tendência se manteve nas duas primeiras semanas de 2024, principalmente nas regiões Sul e Sudeste. 

Isso reforça a necessidade de estar atento ao risco da gripe, especialmente em grupos mais vulneráveis, como idosos, crianças, gestantes e pessoas com condições médicas subjacentes. 

O PAPEL DA VACINAÇÃO NA PREVENÇÃO DE NOVAS EPIDEMIAS 

A vacinação contra a gripe é uma das medidas mais eficazes para prevenir casos graves da doença, hospitalizações e mortes relacionadas à influenza. A vacina estimula o sistema imunológico a produzir anticorpos específicos contra os vírus, fortalecendo a resposta do corpo e reduzindo a gravidade dos sintomas. 

Estudos demonstram que a imunização pode reduzir em pelo menos 70% a ocorrência de doenças graves, minimizando transmissão do vírus para grupos mais vulneráveis, como idosos, crianças pequenas, gestantes e pessoas com doenças crônicas. Além disso, a vacinação também contribui para a diminuição da carga nos sistemas de saúde, aliviando a pressão sobre os hospitais e os profissionais de saúde. 

A Organização Mundial da Saúde (OMS) e o Ministério da Saúde recomendam a vacinação anual contra a gripe, especialmente para aquelas pessoas pertencentes aos grupos de risco. Esses grupos incluem indivíduos com mais de 60 anos, crianças, gestantes, profissionais de saúde, pessoas com doenças crônicas (como diabetes, doenças cardíacas, pulmonares ou renais) e imunossuprimidos. 

É importante lembrar que a vacinação contra a gripe deve ser realizada anualmente, pois o vírus influenza passa por mutações constantes, exigindo uma formulação atualizada da vacina a cada temporada. Portanto, mesmo quem já foi vacinado em anos anteriores precisa garantir a imunização a cada nova campanha. 

CAMPANHA DO SESI DE VACINAÇÃO CONTRA A GRIPE  

O SESI acredita na importância da vacinação contra a gripe como um gesto essencial para a saúde e o bem-estar de trabalhadores da indústria, assim como de toda a comunidade. Mais do que uma escolha de autocuidado, a imunização trata-se de uma atitude de proteção que impacta a todos.  

Por isso, oferecemos atendimento com estrutura especializada para realizar as aplicações das doses da vacina contra a gripe no formato in company, e também em nossas unidades.  

Para saber mais sobre a Campanha do SESI da Vacina Contra a Gripe, acesse aqui!

quarta-feira, 14 de Fevereiro de 2024 - 14h14

Deixe um Comentário

CAPTCHA
This question is for testing whether or not you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
4 + 2 =

Precisando de ajuda?

Por onde prefere falar conosco?

Whats

Chat