AV. ASSIS BRASIL, 8787, SARANDI, PORTO ALEGRE-RS | CENTRAL DE ATENDIMENTO 0800 51 8555 

Você está aqui

Escola Sesi de Ensino Médio ainda tem vagas

Ensino

Estão abertas até o dia 25 de janeiro as inscrições para o primeiro ano da Escola Sesi de Ensino Médio de Pelotas (av. Bento Gonçalves, 4823) e de Montenegro (rua Campos Neto, 455). O processo seletivo será dia 26 de janeiro. O edital com todas as informações está disponível no site sesirs.org.br/escolasesi. A escola tem gratuidade de até 100% para filhos de trabalhadores da indústria. 


Com turno estendido (ao final do 3º ano serão aproximadamente 5 mil horas de estudo), os alunos terão uma matriz curricular dividida da seguinte forma: 30% Código e Linguagens (português, literatura, línguas estrangeiras, artes, educação física), 50% Matemática e Ciências Naturais (química, física e biologia) e 20% Ciências Humanas (história, geografia, sociologia e filosofia), o alunos constrói o conhecimento e estratégias variadas. “A proposta é atender à proficiência em matemática e português, básico para qualquer profissão, e a área de ciências naturais, demandas observadas na sociedade em geral e principalmente na indústria”, explica o superintendente do Sesi-RS, Juliano Colombo.

Os alunos têm à disposição salas-ambiente para as áreas de linguagens, matemática e ciências humanas, laboratórios para as atividades de ciências da natureza e infraestrutura específica para as aulas de teatro e música. A escola busca o desenvolvimento integral do estudante, que é instigado a resoluções de problemas pautados pelo mundo do trabalho. O acompanhamento desse desenvolvimento ocorre com uma avaliação que prevê continuamente retomada dos estudos, consolidação ou novos desafios, conforme o estágio de aprendizagem de cada aluno. A organização da sala prevê a composição de grupos com perspectiva colaborativa. O uso de tecnologias e o respeito às culturas juvenis se fazem presentes em todo ambiente escolar.

O ensino se dá por projetos de pesquisa ativa e oficinas, estímulo ao desenvolvimento, a capacitação, experimentação, visitas técnicas e encaminhamento para escolhas profissionais (com base também no interesse do aluno). A trajetória do estudante é acompanhada por um professor, chamado de articulador, que o orientará em seu projeto de vida. A intenção é que todos os alunos cresçam, a partir de estudos de reconstrução, atividades de apoio ou desafios, conforme o ritmo de cada um. 

A partir do segundo ano, inicia a parceria com o Senai-RS em cursos de qualificação profissional em eletricidade e automação. Outros desafios também serão propostos como os projetos de Educação Financeira, Robótica e Passaporte para o Empreendedorismo. “A intenção da escola é que, ao final do Ensino Médio, o aluno tenha desenvolvido competências de leitura, escrita e resolução de problemas, dominando não só saberes necessários para a excelência acadêmica, mas também para a sua plena inserção no mundo do trabalho”, destaca Colombo.