Você está aqui

Você sabia que o estilo de vida dos seus trabalhadores afeta a disposição, qualidade de vida e, consequentemente, a produtividade deles? Já é comprovado que manter-se em movimento, ou seja, ter uma vida ativa é garantia de mais disposição para o dia a dia.

Além de melhorar o desempenho no trabalho, a prática regular de atividades físicas também é uma excelente maneira de manter boa saúde e prevenir algumas doenças, o que já é motivo suficiente para buscar incluir as atividades físicas na rotina!

Apesar dos benefícios de uma vida ativa serem bem conhecidos, o sedentarismo ainda atinge quase metade da população brasileira. Além de ser um fator de risco para o desenvolvimento de doenças, o sedentarismo reduz a disposição. Vamos entender melhor como funciona esta relação?

Como funciona dentro do nosso corpo

Você já teve a impressão de que quanto mais tempo passava sem se movimentar, menos vontade tinha de fazer algo? Pois saiba que não é apenas uma impressão!

Em resumo, funciona mais ou menos assim: a atividade física ativa o sistema cardiorrespiratório que, por sua vez, faz aumentar a circulação de sangue no organismo. Com mais sangue circulando, as células recebem mais oxigênio e, consequentemente, os músculos ficam mais ativos. Pensando desta forma, é lógico, não é?

Mas não é só a melhora na disposição que a prática da atividade física traz como benefício. Vamos relembrar como uma vida mais ativa beneficia o corpo e a mente?

Os benefícios da atividade física

Segundo a Organização Mundial da Saúde, praticar no mínimo 150 minutos de atividade física por semana gera benefícios não só para a saúde física, mas também para o cérebro. De formas diretas e indiretas, uma rotina mais ativa soma uma série de benefícios que favorecem a disposição e a produtividade.

Na prática, como a atividade física age?

  • reduzindo o estresse e a tensão muscular;
  • melhorando a qualidade do sono;
  • contribuindo para manutenção do peso saudável;
  • ajudando seu cérebro a ficar mais alerta;
  • garantindo maior poder de concentração;
  • elevando sua produtividade.

Por outro lado, o sedentarismo, ou seja, a falta de atividade física, pode levar a:

  • agravamento de doenças nas articulações, nos músculos e na coluna;
  • desenvolvimento ou agravamento de doenças crônicas, como as doenças do coração e o diabetes;
  • complicações psicológicas, como ansiedade e depressão;
  • alguns tipos de câncer;
  • obesidade.

Mesmo com tantos benefícios ligados à prática de atividades físicas e tantos riscos relacionados ao sedentarismo, hoje, 46% dos brasileiros não praticam nenhum tipo de atividade física. Muitos deles têm o mesmo motivo para isto: a falta de tempo.

E quem não tem tempo para praticar exercícios?

A rotina corrida da atualidade pode tornar difícil a organização para encaixar 150 minutos de exercício físico na programação da semana. A boa notícia é que não é preciso virar atleta para sentir os benefícios de uma vida mais ativa.

Na verdade, tarefas como limpar a casa, passear com o cachorro ou caminhar para o trabalho também são consideradas formas de movimentar o corpo e fazem muito bem para saúde. Sendo assim, quem não tem o hábito de se exercitar pode começar praticando algumas tarefas comuns no seu dia a dia, como:

  • Incluir 30 min de caminhada no seu dia.
  • Ir a pé ou de bicicleta para o trabalho.
  • Se for de ônibus, descer uma parada antes ou depois do seu ponto.
  • Usar as escadas sempre que for possível.
  • Caminhar até a padaria, a farmácia ou o mercadinho.
  • Tirar um tempo para brincar com as crianças.
  • Fazer uma faxina em casa.
  • Dar um passeio com o pet.
  • Fazer pequenas pausas para alongamentos, evitando ficar muito tempo sentado.
  • Praticar atividades físicas através de ferramentas online.

Neste sentido, qual o papel da empresa?

É fácil perceber como é vantajoso para a empresa que seus trabalhadores cultivem uma rotina mais ativa. Afinal, se a prática de atividade física favorece a produtividade, o poder de concentração, a motivação e até a eficiência das equipes, é do interesse do empregador que mais pessoas pratiquem exercícios físicos.

Sendo assim, é papel da empresa, em primeiro lugar, informar os empregados para que eles entendam a importância da prática de exercícios físicos para conquistar mais qualidade de vida e bem-estar. Através da informação, também pode-se incentivar os bons hábitos que vão além das atividades físicas, demonstrando cuidado com a saúde integral do trabalhador.

Este incentivo pode vir através da informação e também através da promoção de ações como Ginástica Laboral na empresa ou a oferta de outras atividades. O mais importante é lembrar que este cuidado beneficia a todos: ao trabalhador, que ganha mais qualidade de vida, e ao empregador que garante mais produtividade na equipe, além da redução de afastamentos e do risco de acidentes.

quarta-feira, 11 de Agosto de 2021 - 11h11

Deixe um Comentário

8 + 6 =