Você está aqui

Crescendo com Arte propõe reflexões sobre o Natal

Qual seria o seu desejo de Natal que não fosse material? O espetáculo Zbura: Campeões do Mundo Patinam o Natal, que reúne alguns dos melhores patinadores do mundo, propõe essa reflexão aos espectadores. O show foi apresentado no Teatro do Sesi, na tarde desta quarta-feira (4), no projeto Crescendo com Arte. “Eu pediria que as pessoas tivessem mais respeito pelas outras e que não houvesse racismo”, sonha Sabrina Cardoso Madruga, 13 anos, aluna da Escola Municipal de Ensino Fundamental Nossa Senhora do Carmo, de Porto Alegre. Ela é uma dos mais de 1.000 estudantes de 12 instituições de ensino gaúchas, que cantaram e aplaudiram as acrobacias e danças. “Proporcionar o acesso à cultura, em um teatro como esse, para crianças que talvez nunca tivessem uma oportunidade, é uma iniciativa que precisa ser comemorada”, avalia Iaraci Silva, professora da Escola Municipal de Ensino Fundamental Nossa Senhora de Fátima, também da capital.

Idealizado pelo patinador Marcel Stürmer, atleta da seleção brasileira de patinação artística e campeão dos jogos mundiais, o show aborda a história de uma criança e seu avô na véspera dos festejos natalinos. Sentimentos como tempo, distância, coragem, saudades, amor e amizades constroem a narrativa, misturando esporte de alto rendimento, artes performáticas e diversos estilos musicais. “Essa apresentação trouxe ao Teatro do Sesi um público de crianças com a idade que eu tinha quando me encantei pela patinação e decidi ser um atleta. Se eu tocar o coração de uma delas, como eu fui tocado, já tenho a comemorar”, reflete Stürmer.

Desde 1997, o Sesi Crescendo com Arte desenvolve ações educativas gratuitas para crianças e adolescentes. Além de levar crianças e jovens ao teatro, os espetáculos escolhidos possuem proposta pedagógica. São realizadas reuniões prévias com os professores das escolas visitantes para explicar o espetáculo, sua concepção, as possíveis abordagens e ações que podem ser desenvolvidas dentro de sala de aula com os alunos. Cerca de 250 mil pessoas já passaram pelas cadeiras do teatro ao longo dos 22 anos de projeto.

Crédito fotos: Dudu Leal

Publicado quinta-feira, 5 de Dezembro de 2019 - 14h14

Precisando de ajuda?

Por onde prefere falar conosco?

Whats

Chat