Você está aqui

EJA EAD é oportunidade de qualificação profissional

Trinta e cinco anos foi tempo que Adriana Beatris Martini ficou longe dos estudos. Incentivada pelos dois filhos, ela decidiu se reencontrar por meio do conhecimento e procurou a Educação de Jovens e Adultos do Serviço Social da Indústria (Sesi-RS). No final de 2019, ela se formou no Ensino Médio junto com quase 300 colegas no Teatro do Sesi, em Porto Alegre. “O que me incentivou também foi a possibilidade de eu mesma fazer os meus horários de estudo com a educação a distância e, ao mesmo tempo, poder contar com as aulas presenciais, que são muito construtivas e promovem a troca com professores e outros alunos”, destaca Adriana. Agora, ela deu mais um passo, entrou para a faculdade de Gastronomia. “Não quero parar e espero que minha história inspire outras pessoas”, relata.

As inscrições para a EJA a distância do Sesi estão abertas. O curso é destinado a pessoas que não concluíram os estudos no tempo previsto, e engloba os anos finais do Ensino Fundamental (6º ao 9º) e Ensino Médio. Ela foi elaborada especialmente para os trabalhadores da indústria, também do setor da construção civil e os dependentes desses profissionais, com método flexível e adaptado à vida dessas pessoas e às necessidades do mundo do trabalho. O aluno acessa a plataforma à distância quando e onde quiser, e conta com os professores para tirar dúvidas e orientar os estudos. “Uma EJA precisa contemplar os conhecimentos adquiridos por esse profissional ao longo da vida. Elaboramos um currículo e um jeito de dar aula, que colabora com as necessidades desse trabalhador”, destaca a gerente da área de Educação do Sesi-RS, Sônia Bier. Nos últimos 5 anos, mais de 42 mil alunos passaram pela EJA Sesi no Rio Grande do Sul.

Atualmente, os polos presenciais são distribuídos nas cidades de Bagé, Bento Gonçalves, Canela, Caxias do Sul, Erechim, Farroupilha, Gravataí, Guaporé, Igrejinha, Lajeado, Novo Hamburgo, Panambi, Parobé, Passo Fundo, Pelotas, Porto Alegre e Rio Grande. Para a indústria, a EJA EAD é uma oportunidade de desenvolver seus trabalhadores, elevar o nível de escolaridade, qualificar o quadro, o que contribui para elevar a produtividade. De acordo com a Relação Anual de Informações Sociais (RAIS) de 2018, no Rio Grande do Sul, dos mais de 762 mil vínculos de trabalho existentes na indústria, 44,1% (ou 336.246 vínculos) não possuem Ensino Médio Completo e 19,3% (146.779) não possuem Ensino Fundamental Completo.

Mais informações pela Central de Relacionamento: 0800518555 e neste link.

Publicado sexta-feira, 21 de Fevereiro de 2020 - 12h12