Você está aqui

Estudantes do Sesi desembarcam na China para representar o Brasil em olimpíada de matemática

Os seis representantes gaúchos que participam da 10ª World Mathematics Team Championship desembarcam em Beijing na manhã desta quinta-feira (21), horário de Brasília, para integrar a equipe brasileira na competição internacional de matemática, que reúne estudantes do mundo todo até o dia 25 de novembro. Gustavo dos Santos Mendes e Luís Gabriel Figueiredo Gomes, do primeiro ano; Pedro Henrique Ferreira Pereira e Arthur Matias Graeff, do segundo; e Cecília Hernandez Alvarez e Amanda Petter, do terceiro, são alunos da Escola Sesi de Ensino Médio de Gravataí. A classificação veio depois dos resultados obtidos nas etapas estadual e nacional da Olimpíada Internacional Matemática Sem Fronteira (MSF), na qual receberam medalhas de bronze e prata.

Os alunos são filhos de trabalhadores da indústria e quatro deles vieram do Ensino Fundamental em escolas públicas. “Somos de turmas diferentes e nos aproximamos depois que soubemos da notícia da classificação. Ao longo de novembro, realizamos estudos conjuntos e nos preparamos para as provas que, além de serem de matemática, são todas em inglês”, ressalta Gustavo dos Santos Mendes. Além da expectativa de representar o País, esses jovens terão a oportunidade de conhecer uma cultura muito diferente. “Ele nunca entrou em um avião, imagina viajar para um outro continente. É uma oportunidade sem tamanho que meu filho recebe neste momento. Tenho a preocupação normal de mãe, mas jamais pensei em não deixar ele ir”, comenta a mãe de Gustavo, Fernanda dos Santos, que tem outro filho que estuda na Escola Sesi.

Alunos embarcam para a China

Responsável pela turma na estadia chinesa, a professora de matemática Guiomar de Souza destaca que “é uma grande conquista para uma escola com apenas três anos de existência, principalmente porque é a primeira participação de estudantes do Rio Grande do Sul”. A proposta educacional do Sesi-RS desenvolve competências e habilidades por meio de projetos de pesquisa, instrumentalizada por diferentes tecnologias e marcada pela compreensão da cultura juvenil. “Eu nunca imaginei que teria tamanha oportunidade. Desde que eu entrei na escola, no ano passado, comecei a rever meu pensamento em relação aos estudos e às oportunidades, o aprendizado passou a fazer muito mais sentido para mim”, reflete o estudante Pedro Henrique Pereira, que também realiza sua primeira viagem internacional.

Classificações como a conquistada para a competição na China é uma realidade para os alunos das Escolas Sesi. Desde 2014, com o início da unidade de Pelotas, foram cerca de 60 premiações em eventos científicos de abrangência nacional e internacional – incluindo 32 nas áreas de Ciências da Natureza, Matemática e Engenharia. As Escolas Sesi são uma iniciativa do setor industrial do Rio Grande do Sul, destinadas especialmente para filhos de industriários.

Crédito foto: Dudu Leal

Publicado quarta-feira, 20 de Novembro de 2019 - 19h19

Precisando de ajuda?

Por onde prefere falar conosco?

Whats

Chat