Você está aqui

Sesi-RS prioriza gestão e inteligência em saúde

O próximo ano terá a gestão e inteligência em saúde com o Sesi Viva Mais como foco do Serviço Social da Industria (Sesi-RS). “Seja pela plataforma digital ou em consultorias para as indústrias, a saúde na empresa é um objetivo do Sesi, pensando no menor custo para a indústria, com um trabalhador mais saudável e, portanto, mais produtivo”, explica o superintendente regional, Juliano Colombo.

O Sesi Viva Mais, que proporciona à indústria uma visão dos dados de segurança e de saúde dos trabalhadores, agregando indicadores e projeções que permitem uma gestão mais efetiva por parte do empresário, está em implementação, e já atende 214 indústrias. 

O Sesi-RS possui outras iniciativas de promoção da saúde para os trabalhadores como os recém inaugurados oito Espaços de Saúde e Bem-Estar, que tem como objetivo unir a prática esportiva e alimentação saudável. As cidades que contam com o local são Porto Alegre, São Leopoldo, Santa Cruz do Sul, Guaíba, Santa Rosa, Parobé, Campo Bom e Novo Hamburgo. Ainda na área da saúde, 22 mil trabalhadores foram capacitados entre as 14 Normas Regulamentadoras que estão no portfólio do Sesi-RS. A campanha de vacinação registrou 2.184 indústrias e mais de 150 mil pessoas atingidas. Outra ação realizada em 2018 foi o lançamento dos editais de Ergonomia, que busca mapear os riscos ergonômicos, visando também aos requisitos do e-social, e o de Odontologia, que preconiza, por meio da mobilidade, o atendimento odontológico preventivo e ações educativas em saúde bucal.

A ampliação da Educação de Jovens e Adultos (EJA) é a prioridade do Sesi-RS na área da educação. “Ainda há um grande volume de trabalhadores sem ensino médio, portanto há uma margem para aumentar o número de matrículas, que este ano, superou 10 mil”, explica Colombo. A intenção é levar a metodologia do Sesi a todos os níveis do ensino, ou seja, Infantil, Fundamental, Médio e Continuado, tornando-a referência na área da educação. Este ano foram 83 mil matrículas realizadas, sendo 55 mil gratuitas.

Neste sentido, o Sesi-RS vem também realizando a capacitação de professores a fim de qualificar e multiplicar o método. Um exemplo é o trabalho realizado com a Prefeitura e a Associação Comercial e Industrial de Panambi que tem como objetivo fortalecer a educação básica local, por meio de uma reestruturação em consonância com as necessidades do município e com a nova base curricular na Educação Infantil e no Ensino Fundamental.  A ideia partiu dos empresários da cidade, preocupados com o ensino e a formação dos cidadãos de Panambi. O Sesi-RS realizou a capacitação do corpo docente do município, formado por 392 professores, entre agosto e novembro. A partir desses encontros foram produzidos cadernos referenciais que servirão de base  para planejamento das ações didáticas desenvolvidas junto aos alunos da rede  ensino municipal, a partir do ano letivo de 2019.   

A Mostra Sesi Com @Ciência, realizada em outubro, levou mais de 5 mil pessoas ao Centro de Eventos da FIERGS, entre estudantes, docentes, empresários e público em geral. Além da exposição de 150 projetos de alunos do Sesi-RS do Contraturno, EJA e Ensino Médio, o evento contou com um painel para empresários, e seminários para professores e alunos. Tendo o estímulo à ciência, inovação e tecnologia como objetivo, assuntos como inovação na educação, uso de tecnologias e o incentivo à ciência foram abordados nos dois dias. Também merece destaque o Torneio de Robótica Sesi First Lego League que teve as finais realizadas em Pelotas e Bento Gonçalves, envolvendo alunos de escolas do Sesi-RS, públicas e privadas de todo o Rio Grande do Sul. Onze equipes representarão o Estado na competição nacional. O torneio tem como objetivo incentivar o gosto pela ciência e matemática entre as crianças de 9 a 16 anos.

Crédito foto: Dudu Leal

Publicado sexta-feira, 21 de Dezembro de 2018 - 0h00